Copa 2010: Era temperar a feijoada e ser campeão

No artigo “Está em boas mãos”, publicado neste blog, destaquei que respeitava os critérios de convocação do capitão do tetra, Dunga. Porém também sublinhei que o tempo diria se suas apostas, que estavam em má fase durante a convocação, realmente iriam render o que o treinador esperava.

Muitos perguntam por que esta seleção venceu todos os torneios nos últimos quatro anos, goleou a Argentina e o Uruguai fora de casa, classificou-se com antecedência para o Mundial? Por que teve tanto sucesso antes da África do Sul e apresentou este futebol pífio neste mês de Julho?

Em todos estes jogos anteriores à Copa do Mundo, Dunga testou, mas não apostou com risco. Convocou quem ele achava que era digno de vestir a camisa da seleção e quem estava em boa fase. Ponto. Resolveu com lógica e obteve o resultado. No rico mapa da mão de obra futebolística brasileira, Dunga fez o simples, convocou quem estava bem e ganhou tudo.

Avaliação ineficiente

Na Copa do Mundo, Dunga fez o contrário do que estava fazendo há quatro anos: convocou quem estava comprometido, mas também quem estava mal. O critério comprometimento é respeitável e inquestionável se há mesmo a convicção de que os jogadores não somente terão amor a camiseta, mas também estarão em sua melhor fase no Mundial.

Pensei que a convicção por Kaká não era somente pelo seu comprometimento ou brilhante trajetória, mas também baseada em avaliações clínicas e físicas que davam garantia de que ele iria jogar o seu melhor futebol na Copa do Mundo.

A comissão técnica errou ao deixar o futebol da seleção dependendo de um jogador que não estava 100% física e clinicamente. Errou também ao apostar que Júlio Baptista, há algum tempo em má fase, poderia substituir Kaká em condições de mostrar um bom futebol.

O tempero da experiência

É prática da nossa interminável gestão da CBF repetir erros a cada quatro anos, indo de um extremo a outro das diferentes facetas do futebol brasileiro, sem mesclar a sua natureza diversa. Ou se aposta na arte pura com ambiente relaxado, democrático e de festividade clichê, no bom estilo de Parreira; ou se vai ao extremo com comprometimento, pegada e coração na ponta da chuteira, com Dunga.

Na minha vida, só vi um técnico fazer bem esta mescla na seleção. Felipão veio de uma escola renegada pelo “Brasil do futebol arte”, aquela escola que prega o jogo aguerrido do Sul. Consagrou-se na seleção porque impôs o seu estilo “até então renegado” sem inibir o enorme potencial técnico de uma equipe cheia de estrelas. Daí surgiu o conceito “Família Scolari”, que nada mais é do que o comprometimento de Dunga com uma pitada de panelismo sadio.

Então o que faltou para Dunga? Eu diria, o tempero para a comida desta panela apetecer. O ingrediente dado ao comandante por um senhor da guerra chamado Tempo. A sabedoria do líder que já passou por diferentes situações em uma batalha, superou obstáculos em 90 minutos, soube se adaptar às piores derrotas e dimensionar as vitórias. Em suma, Dunga foi capitão, mas não foi general. Isso pesou não só na última partida, mas na sua convocação final.

Abaixo, um dos poucos momentos que posso dizer que realmente me comoveram no futebol. O que aconteceu com o Uruguai contra Gana me fez lembrar o que acontece vez em quando com o Grêmio. Foi inacreditável e vale DVD. Detalhe para a beleza plástica do pulo do defensor uruguaio que tenta evitar o gol junto com Suarez. O gaúcho é épico!

Anúncios

Uma resposta para “Copa 2010: Era temperar a feijoada e ser campeão

  1. Marcelo Pessôa

    Feijoada quente essa!
    Realmente era só temperar!
    O Brasil do “Capitão” Zangado jogou 45′ contra os Laranjas como Campeão!Como jogaram aqueles Azuis! Como bateram esses Laranjas…
    Que arbitragem ridícula! Que Copa ridícula, quando se espera bom futebol!
    É! O futebol tem dessas coisas… Copas com qualidade técnica baixa, favorecem seleções de baixa qualidade técnica! Parece lógico né? E é mesmo!
    Pode esperar! Alemanha ou Holanda!
    A feijoada queimou minha língua!

Deixe seu comentário no blog para que outros leitores conheçam a sua opinião.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s