Copa 2010: Está em boas mãos

Eu vejo uma contradição em um critério, inclusive dito pelo próprio comandante Dunga: “seleção é o melhor momento de cada jogador”. Porém, acho que esta contradição ficou pequena diante da justificativa gigante dada por Dunga para escolher os jogadores que irão para a África do Sul.

Pelo menos quatro convocados não estão no seu melhor momento. Grafite, Júlio Batista, Felipe Melo e Ramires. Além disso, mostrando convicção, Dunga polemizou com as ausências dos chamados “meninos da vila”, de Ronaldinho, de Adriano e do goleiro Victor (duas vezes melhor goleiro do Brasil).

O comandante da seleção não respeitou o critério “melhor momento” porque priorizou em alguns casos o critério “comprometimento”. Essa justificativa me dá a certeza de que a equipe vai jogar a Copa do Mundo para ganhar realmente. Vai ser um time competitivo com quem quer que seja e, acima de tudo, não vai envergonhar o Brasil.

Palavra-chave

Comprometimento é chave para o sucesso de qualquer equipe de trabalho em qualquer setor e é um componente importante para o time de Dunga. É o algo mais. Não basta ter nome, tradição e ter os melhores. É preciso ter entrega para qualquer desafio. Todos os convocados já haviam sido chamados anteriormente e mostraram comprometimento, de acordo com Dunga.

Nas seleções mais displicentes brasileiras, aí coloco a que passou pela Alemanha em 2006, o que faltou foi justamente isso, comprometimento com a trajetória do Brasil. Todos estavam comprometidos com a sua imagem, com seus euros e com o samba. Achavam que iriam ganhar no nome, na bela imagem do trabalho de 2002, na alegria ou na magia.

O resultado foi vergonhoso. A equipe até tinha vários jogadores-chave, Ronaldinho, Fenômeno, Roberto Carlos, Robinho, Kaká. Porém o foco estava errado. Era espetáculo e samba, como em 1982. Com a ressalva de que em 1982, o time brasileiro não envergonhou o Brasil. Tinha pouca arrogância e muito caráter.

Difícil de ser batido

Eu tenho a tese de que a seleção brasileira tem tudo para ganhar todos mundiais se tiver disciplina e comprometimento. Se tiver pelo menos isso, vai ganhar como em 1994, com um futebol feinho, mas competitivo. Talvez dependendo de um gênio para colocar a bola para dentro em momentos cruciais.

Se tiver disciplina, comprometimento e talento em diversas posições, vai dar espetáculo. Porém, um espetáculo vencedor.

O problema nesta edição de 2010, é que não surgiram gênios nestes últimos três anos para justificar uma convocação criteriosa. Foram convocados grandes jogadores, com perfil de extrema consciência tática. Há sim talento ofensivo com Kaká e Robinho e faro de gol com Nilmar e Luís Fabiano. Isso pode suprir a carência do “gênio”.

Neutralizar o samba em excesso

Note que a religiosidade de Kaká e o profissionalismo de Nilmar e Fabiano podem sim neutralizar a molecagem às vezes displicente de Robinho. Mais um ponto para Dunga.

Então, conte comigo, a seleção tem disciplina. O treinador tem comando pela sua coerência principalmente durante a convocação. O time tem jogadores com perfil vencedor com a seleção – campeão das copas América e Confederações. E a equipe é inegavelmente competitiva.

Dunga foi coerente e lógico. Porém, apenas em um fator é bastante criticável. Ele aposta que o comprometimento pode recuperar os jogadores que não estão em seu melhor momento neste último mês antes da copa. Isto é uma visão da comissão técnica e deverá ser provada.

Acho que é possível, mas não é certo. Para jogadores “velhos” como Júlio Batista, por exemplo, que talvez tenha chegado à decadência natural do jogador que começa a sentir que o rendimento físico não é mais o mesmo.

Vão espernear até o fim

Claro que a imprensa carioca e paulista vai chorar até o final da Copa do Mundo o fato de Ganso, por exemplo, não estar na lista. Vimos este episódio em 2002 com o Felipão quase sendo linchado na sede da CBF pela não convocação de Romário. Porém há de se considerar que o menino da vila nunca foi convocado. Isto é um critério para ir para o Mundial, segundo Dunga.

Claro que o Ronaldinho não fará falta. Há muito, trata-se de um gênio que não consegue mais executar o que pensa, sequelado pelo “samba” em excesso. Ele não é mais o exuberante Ronaldinho que mereceu a convocação de 2002. Não rende e não consegue mais chegar aquele nível. Tanto para Ronaldinho quanto para Ganso, a suplência ficou de bom tamanho.

Não falo em 2006 porque ele já não fez a diferença nem na seleção nem no Barcelona em momentos cruciais. Por isso, o atual Ronaldinho do Milan não fará falta. Aquele do Grêmio, do PSG e dos primeiros anos de Barcelona, faz. Adriano não vai para a copa porque não quer, não se comprometeu. Foi atrapalhado pela vida que escolheu. E Victor foi vítima da falta de atuações com a camisa da seleção e, para mim, não está também no seu melhor momento.

Escola Felipão

Não comparo Dunga com Felipão, mesmo sendo farinhas do mesmo saco, terem a mesma escola de comando. Dunga, apesar do português catastrófico, como o de muitos outros brasileiros, expôs na coletiva à imprensa, de forma clara, o que motivou sua escolha e transmitiu segurança.

Fica pra mim, como jornalista, o desabafo de Jorginho (o sujeito mais elegante na equipe) em um tom que, acredito, dificilmente vimos e teremos a oportunidade de ver novamente: “essa é a seleção brasileira, é o nosso país é a nossa pátria”, esbravejou o assistente-técnico da seleção. Se fosse sem noção como Maradona ainda mandaria um “carajo” no final da frase.

Para mim, essa é a cara da seleção de Dunga. Uma seleção de sangue quente, competitiva, com o comprometimento de quem vai representar o país no exterior. Isso pode fazer a diferença. Profissionalismo com amor a camiseta. Tudo isso faltou em 1986, 1990 e 2006. Porém, é tudo o que Dunga sempre simbolizou.

Confira os escolhidos com imagens da SPORTV:

Anúncios

Deixe seu comentário no blog para que outros leitores conheçam a sua opinião.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s